Avifauna de uma área de Caatinga arbórea e outros ambientes na região do Sertão paraibano, Brasil.

Diego Mendes, Antonio Emanuel Barreto de Sousa

Resumo


A Caatinga é considerada uma importante área de endemismo para aves sul-americanas, porém, acredita-se que 40% de sua área nunca foram estudadas, sendo muitas delas definidas como lacunas de conhecimento para ornitologia. O estado da Paraíba possui 92% de sua área inserida no bioma Caatinga e também é pouco conhecido do ponto de vista avifaunístico. Neste estudo apresentamos o levantamento de campo realizado no sertão Paraibano (Lagoa, Santa Cruz, São Francisco e Pombal), na região da Serra do Comissário, entre os anos de 2014 e 2015, expedições realizadas na estação seca e chuvosa. Os dados foram obtidos através do uso de redes-de-neblina e observações diretas em diferentes ambientes. Foram registradas 140 espécies, das quais 104 espécies apresentaram algum tipo de documentação. A estimativa de riqueza para a localidade variou entre 182 e 185 espécies, com 11 táxons considerados endêmicos e uma espécie ameaçada de extinção, Penelope jacucaca. Verificou-se que 53,6% das espécies estão associadas apenas à formações abertas, 30,7% das espécies ocorrem em formações florestais abertas e semiabertas e 16,4% das espécies ocorrem apenas em ambientes florestais. Os dados revelam que a Serra do Comissário é caracterizada como uma área prioritária para a conservação das aves da Caatinga.

Palavras-chave


Aves; conservação; Serra do Comissário

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Para visualisar/abrir os manuscritos da revista (arquivos PDF) é necessário o software Acrobat Reader. Se você não possui este software, clique aqui para fazer o download da versão atualizada, em português. O software é gratuito e de fácil utilização.

________________________________
Copyright © 2010-2015 CEMAVE/ICMBio.
OJS - Open Journal Systems customizado pelo Núcleo de Tecnologia da Informação/CEMAVE.
Utilizada a tradução do SEER-IBICT para o Português-Brasileiro.

(Recomendamos utilizar o Mozilla Firefox , Google Chrome e resolução mínima 1024 x 768 pixels)